Foto - Condor/Reprodução

A companhia aérea Condor GmbH recebeu hoje (24/09) uma promessa do governo alemão e do governo do estado de Hessian de um empréstimo depositado ao longo dos próximos seis meses, no valor de 380 milhões de euros.

A garantia do estado para um empréstimo-ponte foi solicitada para evitar possíveis faltas de liquidez na Condor, resultantes da falência da empresa controladora da Thomas, a Thomas Cook Group plc.

4.900 funcionários, parceiros e clientes da Condor agradecem ao governo federal e ao governo do estado de Hessian por seu compromisso. A Condor é uma empresa operacionalmente saudável e rentável, que também apresentará um resultado positivo no ano em curso”, disse a companhia em nota oficial.

A fim de se libertar de possíveis reclamações da empresa-mãe insolvente Thomas Cook Group plc e se separar do grupo, a Condor Flugdienst GmbH pretende apresentar nos próximos dias um pedido de abertura de um processo de recuperação judicial.

A Condor opera uma frota de cerca de 60 aeronaves, metade das quais são do modelo Boeing 767-300ER e 757-300, uma das poucas companhias aéreas a usar essa variante do 757.

A outra metade de sua frota é composta principalmente por jatos Airbus A320 e A321 de corredor único.

Condor ressalta que suas operações são “lucrativas há muitos anos”. Porém, a companhia aérea foi objeto de uma proposta de aquisição da Lufthansa no início deste ano, quando a Thomas Cook analisou opções estratégicas para suas operações aéreas.


O executivo-chefe Ralf Teckentrup diz que a companhia aérea “continuará se concentrando no que fazemos de melhor – levando nossos clientes para suas férias com segurança e pontualidade”.

Em 2018 a Condor apresentou uma melhoria de desempenho, de desde então contribuiu para uma melhora dos resultados da divisão de companhias aéreas da Thomas Cook, aumentando seus ganhos financeiros.

DEIXE UMA RESPOSTA