Alemanha pode comprar mais caças Eurofighter Typhoon e adquirir caças F-18 Super Hornet para substituir frota do Panavia Tornado

Crédito da imagem: Airbus e USN

A Força Aérea da Alemanha em breve irá aposentar seus caças Panavia Tornado, colocando fim a uma clássica aeronave do cenário da aviação de combate. Mas ao aposenta-lo vão precisar de uma outra aeronave para suprir a falta que os antigos Tornados irão fazer na Luftwaffe.

Autoridades militares alemãs pensam em colocar frotas mistas de caças Eurofighter Typhoon, no caso seriam comprados mais unidades do caça, visto que a Luftwaffe já opera o Eurofighter. Mas os novos viriam com atualizações mais recentes (ECS), com o novo radar AESA Captor E-Scan Mk1de. O outro caça seria o F/A-18E/F Super Hornet, da fabricante norte-americana Boeing.

Eurofighter Typhoon
Foto: Airbus

Não é de hoje que a Alemanha está atrás de novos vetores para requipar sua força aérea.Segundo o site The Aviationist, um dos concorrentes foi excluído pelo país no ano passado, trata-se do caça furtivo F-35A da Lockheed Martin.

Tornado da Luftwaffe- Foto: Bundeswehr

Mas o novo caça deve ter capacidade nuclear, pois o país faz parte do acordo de compartilhamento nuclear da OTAN. Com isso o Ministério da Defesa planeja adquirir até 90 Eurofighters e 45 F / A-18s. Nem o Eurofighter nem o Super Hornet têm capacidade nuclear, mas o Ministério da Defesa parece ter avaliado com os Estados Unidos que a integração da bomba nuclear B-61 será mais rápida nas aeronaves fabricadas nos Estados Unidos, enquanto isso levaria de três a cinco anos a mais no Eurofighter.

Segundo o jornal alemão Handelsblatt, uma alternativa seria a compra de caças EA-18G Growler, uma versão do Super Hornet para guerra eletrônica e de acordo com o jornal, caso se opte pela compra dos Growlers a aquisição dos Eurofighter ECS não faria efeito, uma vez que os Growlers já estão no mercado. E para alguns especialistas a Airbus não iria conseguir concluir o desenvolvimento do Eurofighter ECR em pouco tempo.

F/A-18 Super Hornet Growler- Foto: Boeing (Imagem Ilustrativa)

Mas a situação de compra dos Super Hornet não está agradando todos na Alemanha, algumas autoridades questionam que seria necessários retirar quatro bilhões de euros da indústria alemã e de seus fornecedores, causando assim problemas futuros.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA