Foto - Boeing/Divulgação

A All Nippon Airways (ANA) cancelou antecipadamente 378 voos domésticos em agosto, todos realizados com o Boeing 787 equipado com os motores Rolls-Royce Trent 1000.

Esse imprevisto de voos cancelados foi causado por uma diretriz emitida pelo Escritório de Aviação Civil do Japão, emitida no dia 14 de junho, solicitando a inspeção no dobro de motores estipulados anteriormente, todas relacionadas aos motores com o chamado “Pacote B”.

A Rolls-Royce também solicitou em junho que as companhias aéreas que operam com os motores Trent 1000 que tem o pacote de atualizações “B”, inspecionem as lâminas do compressor de pressão intermediária (IPC), em um prazo de até 30 dias.

Metade da frota de Boeing 787 da ANA tem motores com o “Pacote B”, são 64 aeronaves desse modelo, sendo 36 da variante -8 e cerca de 28 da variante -9.

De certa forma o número de cancelamentos em agosto é menor que neste mês de julho, pois a ANA precisou cancelar 619 voos.

A companhia realocou os aviões Boeing 787 para os voos internacionais, de forma a evitar um cancelamento em massa de voos de longa distância.