ALTA comemora anúncio do fim do adicional de US$ 18 cobrado na taxa de embarque internacional no Brasil

A Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) recebeu com satisfação e otimismo a informação sobre o fim da cobrança da taxa adicional de US$18, incluída na tarifa de embarque de passageiros que viajam para fora do Brasil.

O anúncio foi feito pelo ministro de Estado da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, durante a 16ª edição do ALTA Airline Leaders Forum, em Brasília, no último dia 28.

A taxa, criada em 1999, é um valor adicional na tarifa de embarque em voos internacionais e é uma das fontes adicionais do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), que visa financiar melhorias na infraestrutura aeroportuária no país, fato que já vem ocorrendo por meio do processo continuo de concessões de aeroportos, coordenado pelo Governo Federal.

“Não faz sentindo criarmos as condições para que empresas ofertem voos internacionais a 50 dólares e nós, por outro lado, cobremos, de início, uma taxa de 18 dólares por passagem. Queremos abrir o setor, trazer competitividade e eliminar barreiras na atração de novas empresas. Nosso foco está no usuário”, afirmou o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

ALTA ressalta a importância de mais esta medida do governo brasileiro no sentido de flexibilizar o ambiente regulatório, reduzindo custos, melhorando a competitividade do Brasil, incentivando o mercado da aviação civil e beneficiando o passageiro a partir da redução do valor das passagens aéreas.

“Consideramos a medida extremamente positiva para a industria e para as populações servidas pelo transporte aéreo. Entendemos que esta é mais uma iniciativa do governo brasileiro que firma, definitivamente, o compromisso do país com o desenvolvimento da aviação civil e a inclusão de mais passageiros no sistema aéreo que, somado a melhora de
infraestrutura, eliminação de vistos, entre outras medida, também auxiliará o processo de atração de companhias aéreas ao país. Aproveitamos para reiterar nossa satisfação de que este anúncio tenha sido feito durante o ALTA Airline Leaders Forum, o que reforça a
importância do evento e da ALTA no cenário da aviação global”, afirma Luis Felipe de Oliveira, CEO da ALTA.

DEIXE UMA RESPOSTA