Aeroporto de Curitiba Aeroportos
Foto - Divulgação / Infraero

A Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) e a Airport Council International para a América Latina e o Caribe (ACI-LAC) comentaram sobre o leilão dos 22 Aeroportos no Brasil que aconteceu ontem(07).

ALTA

A Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) parabeniza as equipes do Ministério da Infraestrutura, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) e do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) pelo sucesso na 6ª rodada de concessões aeroportuárias no Brasil  – blocos Norte, Central e Sul.

“O sucesso da 6ª rodada de leilões de aeroportos é resultado de um trabalho robusto, conjunto e de amadurecimento das autoridades brasileiras que vem sendo realizado ao longo dos anos.”

“O interesse dos investidores nestes ativos reforça a relevância do Brasil como mercado da aviação comercial em nossa região e o caminho de crescimento no futuro. A melhoria da infraestrutura permitirá a consolidação de uma malha área ampliada, com companhias aéreas voando a mais destinos.

“ALTA espera  trabalhar sempre em conjunto com os concessionários ganhadores em prol de um desenvolvimento harmônico e sustentável para a sociedade, para toda a cadeia da indústria e seus stakeholders.”, afirmou José Ricardo Botelho, diretor-executivo e CEO da ALTA.

O leilão realizado nesta quarta garantiu ao governo federal uma arrecadação inicial de R$ 3,302 bilhões. O investimento total nos 22 aeroportos, que foram divididos em 3 blocos, é estimado pelo governo em R$ 6,1 bilhões durante os 30 anos de concessão. Com as concessões de hoje, o número de aeroportos nacionais administrados pela iniciativa privada passa a ser de 44.

ACI

O Airport Council International para a América Latina e o Caribe (ACI-LAC) parabeniza os vencedores da 6ª rodada de leilões de aeroportos e as autoridades brasileiras pela gestão do processo.

ACI, uma organização internacional de aeroportos, reitera o seu apoio aos operadores e ao governo no desenvolvimento e gestão de infraestruturas aeroportuárias fundamentais para o avanço socioeconómico das regiões e do país em geral.

ACI é também líder mundial em programas de sustentabilidade, incluindo a Certificação de Acreditação em Carbono (ACA – Airport Carbon Accreditation), que avalia e reconhece os esforços dos aeroportos para gerenciar e reduzir suas emissões de carbono. No Brasil já existem 4 aeroportos certificados: Aeroporto Internacional de Brasília, BH Airport, Salvador Bahia Airport e Aeroporto Internacional de Natal.

“A ACI acredita que a sustentabilidade é um dos principais pilares do desenvolvimento do setor aéreo. Parabenizamos os vencedores do leilão de hoje e nos colocamos à disposição das operadoras e autoridades do Brasil para apoiá-los e trabalharmos juntos para o bem e o desenvolvimento da indústria”, comentou Dr. Rafael Echevarne, director-geral da ACI-LAC.

 

Via: ALTA e ACI