A American Airlines emitiu hoje (28/09) uma nota para esclarecer a parceria da companhia com a LATAM.

A companhia norte-americana disse que continua aceitando clientes e bagagem de clientes com bilhete da LATAM que estão programados para voar na American, de acordo com nossos acordos interline atuais e um mundo.

Além disso, a LATAM continua aceitando também os clientes da American Airlines. Não há alterações para clientes American ou LATAM, e a American não está ciente não há registro de viagem negada a clientes.

Não há alterações no contrato de passageiro frequente ou no acesso recíproco a clubes elegíveis para clientes da American ou da América Latina. Os associados AAdvantage continuarão a ganhar milhas em voos comercializados pela LATAM.

“Nos próximos meses, ao encerrarmos nossos acordos com a LATAM que ainda estão intactos hoje, a American trabalhará com a LATAM para garantir que todos os nossos clientes sejam atendidos”, disse a companhia norte-americana.

A American suspendeu apenas novas reservas de codeshare, ressaltou a empresa em nota, que complementou com perguntas comuns aos clientes.

P: A American ou a LATAM estão se recusando a aceitar clientes e bagagens para clientes da American ou da LATAM que estão com voos já programados?
R: A American não tem conhecimento de nenhum cliente da American ou da LATAM que tenha sido negada a viagem. Estamos aceitando clientes e bagagem de clientes com bilhete da LATAM com horário programado para voar na American, e a LATAM continua a aceitar nossos clientes de acordo com nossos contratos atuais que ainda estão intactos.


P: O compartilhamento de código foi cancelado? O que isso significa para os clientes?
R: Não há impacto para os clientes que estão com passagens já emitidas pela American ou LATAM. Suspendemos apenas novas reservas de codeshare. Se um cliente precisar fazer alterações em um itinerário existente que envolva um voo de codeshare comprado pelo sistema da American mas operado pela LATAM, em um mercado que a American atenda, remarcaremos o cliente em um voo da American.

P: A American irá remarcar clientes na LATAM durante operações irregulares?
R: Sim. No caso de operações irregulares, agentes de serviço ao cliente e de reserva utilizarão o processo existente para atender nossos clientes, o que inclui a possibilidade de reservar um assento na LATAM como cliente Oneworld, mesmo que a companhia tenha solicitado sua saída da Oneworld.

P: Os clientes ainda podem acessar as salas VIP?
R: Sim. A política de acesso a qualquer lounge mundial não mudou.

 

Veja a nota da American Airlines, sobre a quebra da parceria, emitida na última quinta-feira:

A LATAM e a família Cueto são excelentes parceiros da American Airlines há décadas. Dada a recente decisão negativa do Supremo Tribunal do Chile, que reduziria significativamente os benefícios de nossa parceria, uma vez que o Chile não foi aprovado como parte do possível acordo comercial conjunto, entendemos a decisão da LATAM de fazer parceria com uma companhia americana que não é onerada pela decisão [A Delta].

Além disso, não se espera que essa mudança na parceria tenha um impacto financeiro significativo para a American, pois o relacionamento atual forneceu menos de US$ 20 milhões em receita incremental à American, e o negócio conjunto proposto sem o Chile teria proporcionado vantagens limitadas. Durante o período de transição, a American trabalhará com a LATAM para garantir uma experiência perfeita para os clientes. A American Airlines continua sendo a maior empresa americana.