American Airlines reporta seu primeiro prejuízo desde a recuperação judicial, em 2013

Foto - Chris Lofting

(Reuters) – A American Airlines divulgou nesta quinta-feira prejuízo líquido de 1,1 bilhão de dólares, o primeiro resultado trimestral negativo desde que emergiu de um processo de recuperação judicial em 2013.

A companhia também alertou que está registrando queima de caixa de cerca de 70 milhões de dólares por dia no segundo trimestre.

“Nunca antes nossa companhia aérea, ou nossa indústria, enfrentou um desafio tão significativo”, disse o presidente-executivo da American Airlines, Doug Parker, em comunicado.

A pandemia encerrou a maior expansão da história dos EUA, com a economia do país no primeiro trimestre se contraindo em seu ritmo mais acentuado desde a Grande Recessão.
 

A companhia aérea norte-americana teve prejuízo líquido de 2,24 bilhões de dólares, ou 5,26 dólares por ação, no trimestre encerrado em 31 de março, em comparação com um lucro de 185 milhões, ou 0,41 dólar por ação, no ano anterior.

Em termos ajustados, a American Airlines teve prejuízo de 2,65 dólares por ação, maior que as estimativas dos analistas de perda de 2,33 dólares por ação, de acordo com dados da Refinitiv.
 

A receita operacional total caiu 19,5%, para 8,52 bilhões de dólares.

 

DEIXE UMA RESPOSTA