American Airlines sofre prejuízo de US$ 2,4 bilhões no 3º trimestre

A American Airlines anunciou ontem (22/10) que registrou um prejuízo de US$ 2,4 bilhões no terceiro trimestre, após enfrentar mais um período de demanda recessiva para voos.

O prejuízo no 3T20 foi maior em comparação com o 2º trimestre de 2020, quando a empresa registrou perdas de US$ 2,1 bilhões. No ano a American Airlines já registra um prejuízo de US$ 6,7 bilhões.

A receita no 3º trimestre foi de US$ 3,2 bilhões, uma queda de 73% comparando com os dados de 2019.

Não é novidade que praticamente todas as companhias aéreas do mundo estão apresentando um grande prejuízo neste período, especialmente as de grande porte, como as norte-americanas.

“Prevemos que o período de Ação de Graças e a segunda metade de dezembro serão relativamente mais fortes”, disse Vasu Raja, diretor de receita da American, observando que o número de passageiros aumentou sequencialmente ao longo de vários fins de semana de feriados nos EUA desde julho.

No Brasil, por sua vez, o número de voos aumentou substancialmente após o feriado de 07 de setembro.

A companhia aérea relata uma melhora na demanda de passageiros e nas taxas de ocupação durante o terceiro trimestre, mas insuficiente para ultrapassar 50% da demanda registrada no mesmo período de 2019.


A Administração de Segurança no Transporte, que é responsável pela segurança em cerca de 450 aeroportos dos EUA, disse no fim de semana passado que rastreou mais de 1 milhão de passageiros pela primeira vez desde março, representando cerca de 40% de recuperação em relação aos níveis de rastreamento de passageiros de 2019.

 

DEIXE UMA RESPOSTA