American Airlines vai reativar mais de 140 aeronaves de corredor único

Foto - Divulgação

Após o anúncio do aumento dos voos da American, a companhia revelou hoje (11/06) que a American Airlines planeja colocar mais de 140 aeronaves narrowbody em atividade nas próximas semanas.

Para lidar com um aumento de capacidade que resultará na restauração de 55% de seus voos domésticos planejados, a companhia aérea trará de volta 83 aeronaves da família Airbus A320, juntamente com 58 aviões Boeing 737, que já haviam sido armazenados nos EUA.

“Estamos vendo um aumento lento, mas constante, da demanda doméstica. Após uma análise cuidadosa dos dados, criamos uma programação de julho para corresponder. Nossa programação de julho inclui a menor redução de capacidade ano a ano desde março. Continuaremos a procurar oportunidades prudentes para restaurar o serviço, para que nossos clientes possam viajar quando e onde estiverem prontos”, disse Vasu Raja, vice-presidente sênior de estratégia de rede da American.

A American está alinhada com a Delta e a United, as quais pretendem retornar mais voos em julho do que se pensava anteriormente. Isso mostra que, ao contrário da opinião popular, muitos passageiros estão prontos e dispostos a voar, pelo menos no mercado doméstico dos EUA.

A American diz que as reservas vistas são principalmente para praias, estados montanhosos e estados com grandes parques de diversões.

A empresa havia estacionado cerca de 435 aeronaves como resultado da pandemia. Junto com isso, havia aposentado permanentemente 105 aeronaves, incluindo seus Boeing 757 e 767, além de aviões antigos para curtas distâncias. No entanto, a companhia avançou com modernizações de novas cabines nos seus 737-800 e A321, em preparação para o retorno ao serviço.

No início deste mês, a American revelou um grande aumento de capacidade em todo o sistema, visando 40% de sua capacidade previamente programada para estar operacional em julho. No mercado interno, 55% de seus voos domésticos serão restaurados no próximo mês, dando esperança de um renascimento das viagens aéreas.


No mercado internacional a American começará o serviço de Dallas – Fort Worth para Paris, Amsterdã e Frankfurt, bem como de Miami para Antígua, Guayaquil e Quito. Também será realizado um serviço de Chicago e Nova York até o Aeroporto de Heathrow em Londres.

No entanto, algumas rotas internacionais, incluindo rotas transatlânticas da Filadélfia e Charlotte, foram adiadas para agosto.

 

DEIXE UMA RESPOSTA