Pintura American Airlines Boeing 737-800 Meio ambiente

A American Airlines passou a utilizar um processo de pintura mais eficiente e melhor para o meio ambiente. A companhia aderiu a sua nova identidade visual em 2013, e com passar dos anos é preciso renovar a pintura das aeronaves para manter uma boa imagem e a pintura permanecer bem feita. 

A nova aplicação de pintura vai permitir a American a reduzir seus custos com pintura e reparos de pintura. Isso porque a tinta utilizada anteriormente pela companhia aérea tem um custo maior do que a nova tinta, que além de mais leve é mais em conta no mercado.

A vantagem da tinta mais leve pode influenciar também nas operações das aeronaves, quanto mais peso o avião tiver, eventualmente vai consumir mais combustível. Com a crise atual, as companhias aéreas estão buscando cada vez mais cortar seus custos operacionais de onde puder.

A tinta utilizada pela American até então era a mica na cor cinza para aviões, na qual a empresa pintou todas as suas aeronaves. Hoje a tinta batizada de “Silver Eagle”  tem um custo menor além de ser similar a já aplicada. 

A antiga tinta acrescentava cerca de 28kg(62 libras) a mais na aeronave, como as aeronaves da American voam muito, no final das contas a economia é significativa. A nova tinta começou a ser aplicada em um 737-800, no qual a empresa tem 282 disponíveis na frota.

A nova pintura vai reduzir custos e emissões de carbono
Foto: American Airlines

Gradativamente, todos os 737-800 irão receber a nova tinta quando tiverem suas pinturas atualizadas. A American estima uma grande economia de combustível quando essas aeronaves estiverem com a nova tinta. 

Com menos combustível sendo utilizado, a empresa irá emitir menos carbono na atmosfera, ajudando o meio ambiente. Segundo um engenheiro da empresa, com a nova tinta é capaz de reduzir as emissões em pelo menos 9 toneladas ao ano. 


Mudanças na frota

A American também aproveitou e retirou de operação cerca de 22 Boeings 737-800, antes a companhia possuía 304 aeronaves do tipo. Esses eram os aviões mais antigos da frota da empresa, com o passar do tempo a manutenção se tornou mais cara.

Além disso, com as aeronaves mais antigas, o consumo era significativamente maior. A retirada dessas antigas aeronaves, acontecem no momento que a Boeing voltou a entregar novos 737 MAX para a American.

A companhia aérea espera que seus novos aviões sejam pintados com a nova tinta e com o novo interior harmonizado que a empresa está aplicando em suas aeronaves. Como tudo é feito pela Boeing, a American reduziria os custos de realizar essas mudanças. O 737 MAX tem uma economia significativa comparada a operação do 737-800NG.