Amerisolar Brasil cria base no Aeroporto Industrial de Confins

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, acaba de assinar contrato com a segunda empresa a se instalar no Aeroporto Industrial.

A Amerisolar Brasil, multinacional especializada na produção de equipamentos de energia solar, iniciou o processo de implantação de sua fábrica no local. A previsão é que as operações comecem no primeiro trimestre de 2021.

“Em menos de seis meses, após a inauguração e instalação da primeira empresa no Aeroporto Industrial, estamos anunciando a instalação da segunda companhia, o que demonstra o potencial de atratividade do nosso empreendimento. Temos ótimas expectativas com a vinda da Amerisolar Brasil que, certamente, terá sucesso com seu processo produtivo, bem como importação e exportação de produtos, com ganho em competitividade”, avalia Marcos Brandão, diretor-presidente da BH Airport.

Inicialmente, a Amerisolar Brasil irá ocupar um módulo provisório do Aeroporto Industrial localizado ao lado do Terminal de Cargas. No entanto, a empresa já tem planos de ocupar uma área quatro vezes maior que a atual, no galpão de expansão previsto para a segunda fase do empreendimento.

“A Amerisolar Brasil acredita que a posição estratégica dentro do Aeroporto Industrial será um grande diferencial competitivo para a sua atuação no mercado fotovoltaico, razão pela qual acreditávamos, desde o início das tratativas com a BH Airport, que a operação da empresa não poderia ocorrer em outro lugar tão propício”, avalia Gustavo Henrique de Almeida, CEO da Amerisolar Brasil.

O Aeroporto Industrial conta com uma área disponível de 750 mil metros quadrados. Há uma expectativa de atração de cerca de 250 empresas, ao longo dos próximos anos, o que tende a gerar milhares de empregos e renda. O projeto contempla áreas comuns, como vestiário, business center, refeitório e toda uma infraestrutura para receber as indústrias interessadas. 

O objetivo principal do Aeroporto Industrial é aumentar a competitividade das empresas brasileiras no contexto internacional e atrair investimentos externos para o Brasil.


“O projeto é pioneiro em Minas Gerais e tem tudo para refletir, ainda mais, na consolidação de um ecossistema de desenvolvimento e atração de empresas para toda a região do Vetor Norte e Metropolitana de Belo Horizonte. Estamos em uma região estratégica, com localização geográfica privilegiada, que favorece a consolidação de um hub de negócios na região”, ressalta Brandão.

 

Clamper bate recorde de vendas com operação no Aeroporto Industrial

A Clamper, líder no segmento de dispositivos de proteção contra surtos elétricos e primeira empresa a se instalar no Aeroporto Industrial, bateu recorde de vendas e de produtividade após completar o primeiro mês de operação no local.

As análises preliminares indicam que a organização do processo produtivo, a adoção da verticalização do estoque e a prática intensiva do sistema de alimentação das linhas produtivas pela BH Airport permitiram um ganho de produtividade de 20%.

“O resultado é mais um aspecto positivo para atração de novos clientes para o Aeroporto Industrial. Estamos diretamente vinculados ao processo produtivo das companhias aqui instaladas e nossa geração de valor está em oferecer aos clientes o melhor caminho”, destaca Rafael Laranjeira, gestor Executivo de Soluções Logísticas da BH Airport.

DEIXE UMA RESPOSTA