Foto: Angelo Madson

Os aeroportos de Uberlândia, em Minas Gerais, e Joinville, em Santa Catarina, receberam, na última semana, os Certificados Operacionais de Aeroportos (COA) outorgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

A certificação é emitida aos operadores dos terminais após comprovarem o atendimento aos requisitos regulamentares de infraestrutura e segurança operacional exigidos pela ANAC. As portarias que concederam os certificados foram publicadas em 17 e 19 de fevereiro e podem ser consultadas neste link.

Com a certificação, o Aeroporto de Uberlândia poderá ampliar a oferta de voos comerciais e também realizar voos regulares com aeronaves mais exigentes àquelas atualmente em operação no terminal, desde que compatíveis com o código de referência 4C ou inferior (clique no link para acessar).

Atualmente, o aeroporto conta com 18 frequências semanais operados pela Gol, Latam, Azul e Passaredo.

O aeroporto de Joinville também passa a operar com o código de referência 4C ou inferior (clique no link para acessar) e poderá ampliar o número de voos de acordo com os novos requisitos. Atualmente, o aeroporto recebe cinco frequências semanais operados pela Gol, Latam, Azul.

 

Internacionalização do Aeroporto de Santarém

Foto – Divulgação

No início deste mês, a ANAC publicou a Portaria nº 4198/2021 (clique no link para acessar) referente à internacionalização do aeroporto de Santarém, no Pará, para receber voos alternados.

A nova designação do aeroporto permite que voos internacionais possam pousar no aeroporto de Santarém, caso a operação no aeroporto de destino original do voo se torne impossível ou desaconselhável.


Aeroportos alternados são uma segunda opção de pouso indicados pelos operadores aéreos em casos de imprevistos como mau tempo, interdição de pistas e outras ocorrências que possam restringir pousos e decolagens em um aeroporto.