A ANAC lançou nesta quarta-feira (17/04) seu primeiro aplicativo, o VOE SEGURO – táxi-aéreo. Disponível para sistema android e, em breve, para o IOS, a ferramenta traz informações sobre empresas autorizadas e aeronaves aptas a prestar o serviço de táxi-aéreo.

O aplicativo é mais uma iniciativa da Agência para contribuir para a contratação de um serviço de transporte seguro e confiável, evitando a prática do táxi-aéreo clandestino que sempre traz riscos aos usuários. Agora o usuário de táxi-aéreo tem mais de uma opção na hora de consultar o serviço: além do aplicativo, também está disponível um sistema de consulta no site da ANAC. Leia mais sobre o sistema aqui.

O aplicativo VOE SEGURO está disponível para aparelhos móveis com sistema android (basta baixá-la pela Play Store) e, em breve, também no sistema operacional IOS (bastará buscar na Apple Store).

A Agência recomenda ao usuário que, antes de contratar um transporte por táxi-aéreo, consulte previamente se a empresa está autorizada a ofertar o serviço e se aeronaves a serem utilizadas estão em situação regular.

Aeronaves – Ao consultar pela aeronave, o usuário receberá a informação sobre a regularidade documental do avião ou helicóptero para operar o transporte. Antes do voo, o contratante também pode checar se a aeronave traz a expressão “Táxi-Aéreo” impressa externamente e sobre a fuselagem, junto à porta principal de entrada de passageiros. Essa inscrição, horizontal ou vertical, deve estar bem visível, como consta no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil (RBAC) nº 45.

Para que um avião ou helicóptero passe a operar como táxi-aéreo, é necessário haver um processo de certificação na Agência pelo qual se verifica se a aeronave tem o nível de segurança necessário para o transporte de passageiros. A aeronave precisa passar por vistoria a fim de que se verifique o cumprimento de uma série de medidas técnicas e de manutenção que atestam o maior nível de segurança do equipamento. 

Empresas – Antes de contratar, é essencial checar se a empresa está autorizada pela ANAC a prestar o serviço. Para isso, o usuário deve consultar previamente o sistema antes de contratar o serviço. As empresas certificadas passam por um processo rigoroso de vigilância da ANAC para garantir um alto nível de segurança para a sociedade.

Atenção! É importante esclarecer que outras empresas, como operadoras de turismo e até administradoras de aplicativos, que não fazem táxi-aéreo podem comercializar voos, ​desde que utilizem como prestadores do serviço uma empresa de táxi-aéreo autorizada pela ANAC. Além disso, devem informar de maneira clara ao usuário do transporte os dados da prestadora do serviço e a matrícula da aeronave que executará o transporte.

Seguro – As empresas autorizadas pela Agência a prestar o serviço de táxi-aéreo são obrigadas a contratar seguro para casos de indenização.

 

Via – ANAC