GOL LATAM Companhias Aéreas

Objetivo dos trabalhos é identificar padrões que permitam reduzir o número de acidentes e incidentes

A Assessoria de Segurança Operacional da Agência Nacional de Aviação Civil (ASSOP/ANAC) divulgou três estudos específicos dos Relatórios Finais publicados pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) que têm por objetivo verificar padrões nas ocorrências aeronáuticas, identificar tendências, condições latentes e falhas ativas que permitam estabelecer ações para reduzir o número desses tipos de ocorrência.

A iniciativa está vinculada ao Plano de Supervisão da Segurança Operacional 2020-2022 da ANAC e ao Plano de Segurança Operacional para a Aviação Brasileira 2019-2022, documento que define, no âmbito do Programa Brasileiro para a Segurança Operacional da Aviação Civil (PSO-BR), objetivos e ações específicas em relação à Segurança Operacional.

Está alinhada também a iniciativas internacionais como o Plano de Segurança Operacional da Região SAM (em inglês, South Ametican Safety Plan – SAMSP) e o Plano Global de Segurança Operacional da Aviação (em inglês, Global Aviation Safety Plan – GASP).

Um dos cinco objetivos definidos busca reduzir os acidentes e incidentes em todos os segmentos da aviação civil a um nível aceitável, através do estabelecimento de uma estratégia para melhor implementação do PSO-BR.

O intuito é reduzir o número de ocorrências categorizadas como “alto risco operacional”. A seleção das categorias de ocorrências, consideradas de alto risco operacional, é baseada no número de acidentes e incidentes graves registrados pelo Cenipa.

Além dos relatórios, é possível acessar os painéis (construídos em BI) com as informações associadas às respectivas ocorrências consideradas em cada um dos trabalhos. Os arquivos e painéis (listados abaixo) podem ser acessados na página Relatórios de Análises de Ocorrências, disponível no portal da ANAC. (Clique no link para acessar).

Falha de Motor em Voo (SCF-PP – System/Component Failure or Malfunction Powerplant)

Perda de Controle no Solo (LOC-G – Loss of Control-Ground)

Perda de Controle em Voo (LOC-I – Loss of Control-Inflight)

 

Via: ANAC