Depois de solicitar a abertura de uma companhia aérea no Brasil, o Grupo Globalia já solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) uma autorização para realizar voos comerciais dentro do Brasil.

O pedido já foi realizado no início desta semana, e nesta quarta-feira (22/05) a ANAC deve votar se concede para a Globalia a outorga de concessão para exploração de serviço regular de passageiros, isso valendo para voos no mercado doméstico.

Tarcísio Gomes, Ministro da Infraestrutura, disse em uma publicação no Twitter: “A Anac acaba de pautar para amanhã (22) uma reunião extraordinária que já vai deliberar sobre a concessão da outorga da nova empresa de aviação “Globalia Linhas Aéreas Ltda.”. Parabéns à agência pela eficiência. Muito bom!”

A Globalia é conhecida por administrar a companhia Air Europa, que realiza voos internacionais entre diversas cidades do Brasil e da Espanha.

A informação foi confirmada pelo Ministro da Infraestrutura, que ressaltou aguardar uma rápida aprovação da MP 863, que permite 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas, algo que ainda deve passar pelo plenário da Câmara dos Deputados e Senado, além de ser sancionada pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro. 

A companhia é a primeira estrangeira que demonstrou interesse claro em operar no Brasil, montando uma estrutura de empresa no país. Além dela, a Norwegian Air Shuttle e a Sky já demonstraram interesse em operações aéreas no Brasil.

As outras três grandes empresas nacionais, LATAM, GOL e Azul, também contam com a presença de capital estrangeiro na composição acionária.