O Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves está enfrentando um grande problema somente três anos após sua inauguração. A pista de pouso e decolagem do aeroporto está com um problema estrutural que faz a pavimentação afundar com o tempo.

Os reparos na pista serão efetuados pela Inframerica, consórcio responsável pela administração do aeroporto desde 2014. O consórcio já foi responsável por construir um terminal de 500 milhões de reais, além de arrematar o aeroporto por 170 milhões de reais.

Foto – Aeroporto de Natal

As obras realizadas pelo consórcio Inframerica serão iniciadas no segundo semestre de 2017, a administradora relata que a pista está em plena situação de segurança e que não há riscos para os passageiros no momento. Porém as obras serão realizadas para prevenir um outro problema no futuro.

Quando a administradora atual arrematou o aeroporto a pista já estava pronta, ela foi feita com recursos públicos, através de dinheiro da Infraero e com obra executada pelo Batalhão de Engenharia do Exército. A obra passou por supervisão da Infraero durante a sua execução.

Foto – Aeroporto de Natal

O 1º Batalhão de Engenharia de Construção irá apurar as causas relatadas e trabalhar da melhor forma para sanar os impactos. Enquanto isso a Inframerica planeja uma operação VFR (Visual) Diurna durante o período de obras, a administradora planeja usar a taxiway principal como pista de pouso e decolagem.

 

Com informações do G1.