Após ataque cibernético, Embraer diz que tudo ‘voltou ao normal’

Embraer
Foto - Divulgação

A Embraer informou hoje (09) que restabeleceu a operação de todos os seus sistemas de tecnologia da informação que foram desligados temporariamente, como medida de precaução, em razão do ataque cibernético divulgado no fato relevante publicado em 30 de novembro de 2020.

A empresa segue investigando as circunstâncias do ataque e a quantidade de informações exfiltradas ou divulgadas, avaliando a existência de impactos sobre seus negócios e terceiros, bem como determinando e tomando as medidas cabíveis.

A Embraer esclareceu que recebeu pedido de negociação de potenciais pagamentos no contexto do ataque cibernético e que não iniciou qualquer processo de negociação, bem como não realizou quaisquer pagamentos a terceiros supostamente envolvidos em tal incidente.

O ocorrido foi informado às autoridades, as quais investigam o incidente. Como resultado da investigação interna conduzida pela Embraer até o presente momento, há uma confirmação que certas informações foram divulgadas. A Embraer está trabalhando com os terceiros que foram afetados pelo incidente.

DEIXE UMA RESPOSTA