Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

F-5F Tiger de Taiwan. Foto: Autor desconhecido

A Força Aérea de Taiwan adquiriu um lote de 70 assentos ejetáveis Martin-Baker Mk.16 para equipar sua frota de caças F-5E e F-5F Tiger II. Os novos assentos são do tipo zero-zero, que permitem uma ejeção segura mesmo que a aeronave esteja parada em solo (zero altitude e zero velocidade). 

O Chefe de Estado Maior da ROCAF, Huang Chih-wei, afirmou em uma reunião do Comitê de Relações Exteriores e Defesa Nacional que os primeiros assentos devem chegar ao país antes do final desse ano. Ele disse que a encomenda completa de 70 assentos está programada para ser entregue no próximo ano e que a instalação seria concluída em todos os 45 jatos F-5E/F até o final de 2022.

Assento Mk.16 usado no Eurofighter Typhoon. Foto: Martin Baker.

Diferentes variantes do Mk.16 são usadas nos caças Eurofighter Typhoon, F-35 Lightning II e Dassault Rafale e nas aeronaves de treinamento T-38 Talon, T-6 Texan II, TAI Hürkuş e KT-1 Woongbi. Já os Tigers de Taiwan ainda são equipados com os antigos assentos Northrop Improved, onde o piloto carrega o seu próprio paraquedas. 

Os novos assentos ejetáveis foram encomendados pela ROCAF depois que especialistas recomendaram a substituição dos atuais, que, segundo eles, eram de design desatualizado. Isso ocorreu durante uma investigação sobre a causa de uma colisão aérea de dois jatos F-5E em março, que deixou dois pilotos mortos.

F-5E Tiger II aggressor da ROCAF. Foto: Hsu Chunyuan

O Capitão Pan Ying-chun e o 1º Tenente Lo Shang-hua faleceram depois de colidirem seus caças durante um voo de treinamento sobre o condado de Pingtung, no sul de Taiwan. Evidências forenses revelaram que Lo sofreu um traumatismo craniano causando hemorragia intracraniana, mais tarde sucumbindo a um choque neurogênico. 

As circunstâncias da morte do Tenente Lo foram as mesmas de outro piloto, Chu Kuan-meng, que morreu em outro acidente de F-5E em outubro de 2020. Especialistas militares concluíram que os dois provavelmente morreram ao serem ejetados da aeronave e suas cabeças atingiram o canopy por causa do design desatualizado do assento ejetável do F-5E.

O 1º Tenente Lo Shang-hua morreu aos 26 anos, no mesmo mês em que havia casado.

De acordo com Su Tzu-yun, analista sênior do Instituto de Defesa Nacional e Pesquisa de Segurança, os assentos ejetáveis ​​do F-5E têm mais de 40 anos, o que significa que a ejeção segura só é possível se o avião atingir um certa altitude e velocidade no ar e está voando em um determinado ângulo.

Em qualquer outra circunstância, a cabeça do piloto pode atingir o canopy, deixando-o inconsciente ou causando sua morte, afirmou Su.

Assento usado pelo Tenente Lo na ejeção fatal de março deste ano.

Em março, o Ministério da Defesa de Taiwan disse que alocou US$ 28,1 milhões para substituir os assentos ejetáveis ​​da frota de F-5E e F-5F da Força Aérea. Além dos F-5E/F, a ROCAF opera caças AIDC F-CK-1, F-16 Fighting Falcon e Dassault Mirage 2000. 

DEIXE UMA RESPOSTA