Airbus A220
Foto: Gisele Orquídea/Aeroflap

Após realizar um tour de demonstração na América Latina, o Airbus A220 está realizando uma nova apresentação na região Ásia-Pacífico. Dessa vez um A220-300 da airBaltic está realizando uma série de apresentações em Sydney (Austrália) e seguirá para Cingapura. A campanha de uma semana da aeronave contará com paradas em Hanói (Vietnã) e Tóquio (Japão).

Em cada perna, os convidados farão um tour pela aeronave airBaltic, que apresenta um layout de 145 assentos em uma cabine de passageiros de classe única. Os executivos da Airbus também darão briefings sobre os produtos do A220 e os hóspedes poderão desfrutar de um voo de demonstração.

O alcance e a capacidade do A220 o tornam ideal para transportadoras que desejam abrir novas rotas regionais fora da Ásia-Pacífico ou exigem uma aeronave para rotas lucrativas, mas estreitas, fora do país. Ele também permite uma maneira mais econômica e integrada de conectar-se de e para serviços internacionais para destinos domésticos e regionais.

O A220 está disponível em duas versões, com a versão (-100) configurado para comportar entre 100 e 130 passageiros, incluindo também a maior variante (-300), com capacidade para transportar entre 130 e 160 clientes. O A220 também é ideal para companhias aéreas que precisam de uma aeronave para complementar a família A320 existente.

Ao incorporar tecnologias de última geração, o mais recente design aerodinâmico e a nova geração de motores turbofan Pratt & Whitney PW1500G, o A220 consegue economizar até 25% na queima de combustível quando comparado com aeronaves de geração anterior de tamanho semelhante.

Capaz de voar sem escalas em rotas de até 3.400 milhas náuticas (6.300 km), o avião regional da Airbus oferece capacidade de alcance inigualável, permitindo conexões entre a região da Ásia-Pacífico, com a Austrália, o norte da Ásia e o Oriente Médio.

Hoje, o A220-300 é operado na região Ásia-Pacífico pela Korean Air em serviços domésticos e internacionais com 10 aeronaves. A australiana Qantas anunciou esta semana uma encomenda de 20 aeronaves como parte de seu programa de substituição de frota doméstica. A Air Vanuatu também encomendou três A220, incluindo dois A220-100 e um A220-300. Até o momento, a Airbus recebeu 740 pedidos para o A220 e entregou mais de 200.

A Ásia-Pacífico é um mercado central para a Airbus e é o mercado de transporte aéreo que mais cresce, com um crescimento anual de 5,5% no tráfego de passageiros (contra uma média global de 4,3%). Hoje a região responde por um terço da carteira total de pedidos do fabricante europeu e um terço de suas receitas.

Via: Airbus