Boeing 737 MAX 7

Após três meses, a Boeing voltou a realizar voos de teste com o 737 MAX 7, o menor modelo da família 737 MAX. A aeronave decolou de Seattle na manhã do último dia 15 de julho.

O Boeing 737 MAX 7 de matrícula N7201S decolou após três meses da Boeing Field em um voo de pouco mais de 1 hora e meia. 

A aeronave de testes voou para Moses Lake, aproximou duas vezes mas não realizou o pouso, algo comum em voos de testes com novas aeronaves. Após as duas aproximações, o MAX 7 voltou para Seattle.

A Boeing retomou os voos para conseguir a certificação do 737 MAX 7, a certificação está mais detalhada e rígida principalmente após os acidentes envolvendo o MAX 8. A fabricante espera certificar a versão -7 e -10 ainda neste ano, principalmente com prazos mais curtos.

O caminho mais fácil está para o menor modelo, que não tem tantas exigências quanto o modelo maior MAX 10 que passa por diversos testes com um prazo menor. 

A versão menor será a principal aeronave da Southwest, que após elevar o número de pedidos em 34 aviões deverá ter em sua frota pelo menos 234 aeronaves Boeing 737 MAX 7. 

As entregas para o MAX 7 estão atrasadas em pelo menos seis meses, a primeira entrega estava prevista para este ano mas o avião ainda não foi certificado.

 

 

Com informações da Simple Flying.