Neste último sábado a astronauta americana Peggy Whitson voltou para a Terra a bordo de uma cápsula Soyuz MS-04, depois de passar 665 dias na Estação Espacial Internacional, completando 4623 órbitas ao redor da Terra. Peggy tem 57 anos e trabalha na área de biologia, biotecnologia e física, na ISS comandava os experimentos biológicos de vida no espaço e realizou algumas manutenções na parte externa.

Esses dias não foram continuamente, a astronauta também passou todo esse tempo através de três missões seguidas da NASA para a ISS, as expedições 50, 51 e 52. Ela também é a mulher que passou mais tempo no espaço em uma única missão, sendo que ficou na ISS por 288 dias sem voltar para a Terra, que foi essa última passagem de Peggy pela Estação Espacial.

Apesar disso esse ainda não é um recorde mundial, pois o astronauta russo Fyodor Yurchikhin já ficou mais de 670 dias no espaço, através de cinco missões, porém Peggy ultrapassou o astronauta americano Jeff Williams, que recentemente completou 534 dias no espaço.

Os 665 dias acumulados pela Whitson no espaço colocam ela em oitavo lugar na lista de duração de voo espacial de todos os tempos. Peggy também fez outras missões para a ISS, sendo que em 2008 ela chegou até a comandar a Estação Espacial.

Com sua volta na Terra será possível observar como a radiação e a microgravidade afetam as células-tronco e os olhos. Além disso ela fez uma pesquisa de anticorpos para o tratamento de câncer.