Jato de treino avançado e combate- KAI FA-50- Foto: Autor desconhecido

Um oficial da Força Aérea Argentina confirmou que o país sul-americano estaria interessado na aquisição do jato de fabricação sul-coreana KAI FA-50. A confirmação da compra via o governo deverá sair em breve.

Ao todo seriam 12 aeronaves que a FAA (Força Aérea Argentina) iria adquirir. O preço envolvendo as aeronaves mais um simulador de voo, suporte técnico e peças de reposição é de aproximadamente US$ 50 milhões.

As negociações tomaram um rumo mais certo, após encontros entre o presidente argentino Mauricio Macri com o líder sul-coreano, Moon Jae-in, na última reunião do G-20 no mês passado.

KAI FA-50:

Outra questão envolvendo os novos caças seria a participação da Fábrica Argentina de Aviones (FAdeA), que iriam montar 4 aeronaves em solo argentino, segundo o jornal Ambito, mas oficialmente nada foi confirmado.

As negociações tomaram um rumo mais certo, após encontros entre o presidente argentino Mauricio Macri com o líder sul-coreano, Moon Jae-in, na última reunião do G-20 no mês passado.

A vinda dos KAI FA-50  iria vir em boa hora e renovaria a Força Aérea Argentina que conta hoje com açgumas unidades do clássico, porém obsoletos A-4 Skyhawk.

 

Específicações do KAI FA-50- Foto: KAIkai

O jato em questão é um KAI FA-50 de produção sul-coreana. O jato já foi comercializado para quatro nações, Iraque com 24 unidades, Filipinas com 12 unidades, Indonésia com 16 unidades e a Tailândia, com 12 unidades. O caça supersônico tem capacidades tanto para missões de treino de novos pilotos bem como para missões de ataque e policiamento aéreo e etc. Conta com um glass cockpit, assento ejetor zero-zero, radar multimode, dente outras funções.