Atlas Air Boeing 747

A companhia aérea especializada em transporte de cargas e grandes mercadorias, Atlas Air, anunciou que chegou a um acordo para a compra da empresa por um grupo de investidores que é liderado pela Apollo.

O grupo tem a participação da Apollo, JF Lehman & Company e Hill City Capital como compradores da Atlas Air e também das subsidiárias Polar Air Cargo e Titan Aviation. 

O valor do negócio é de 5,2 bilhões, no qual os acionistas da Atlas Air Worldwide receberam US$ 102,50 por cada ação em dinheiro, que representa um valor superior de 57% em relação ao preço médio das ações da empresa.

Ao termino da transação, a Atlas Air e suas subsidiárias se tornarão empresas privadas e suas ações ordinárias não serão mais listadas na bolsa de valores de Nasdaq. 

Atualmente a Atlas Air é uma das maiores companhias aéreas cargueiras do mundo, sendo também a maior operadora de Boeing 747 atualmente. A companhia aérea dos EUA irá receber os últimos 747s produzidos.

A frota da holding é composta por 89 aeronaves exclusivamente Boeing, contemplando todas as famílias desde o 737 ao 777, exceto pelo 757 que foi retirado há algum tempo. Algumas dessas aeronaves também operam em charter de passageiros.   

Com a forte demanda do mercado e os ventos seculares de longo prazo para serviços globais de carga aérea, a Atlas está pronta para capitalizar muitas oportunidades de crescimento contínuo como uma empresa de portfólio de fundos da Apollo, JF Lehman e Hill City”, disse a Apollo.

“Ao longo de nossos 30 anos de história, a Atlas Air Worldwide cresceu e se tornou líder global em frete aéreo, oferecendo serviços de alta qualidade para nossa diversificada lista de clientes em todo o mundo”, disse John Dietrich, presidente e diretor executivo da Atlas Air Worldwide, em comunicado datado de 4 de agosto de 2022. 

“Após o fechamento da venda para o Consórcio, buscaremos alavancar seus recursos, relacionamentos e experiência no setor para construir nosso forte desempenho financeiro e operacional. Seu investimento em nossa empresa demonstra sua confiança em nosso pessoal e em nossa cultura à medida que atendemos às crescentes necessidades da cadeia de suprimentos global”, acrescentou Dietrich.

 

 

Com informações do AeroTime