Aviação comercial brasileira contribuiu com 1,4% do PIB nacional em 2019

A aviação comercial manteve, em 2019, importante contribuição para o desenvolvimento do Brasil, ao gerar R$ 103,4 bilhões de valor adicionado à Economia, o equivalente a 1,4% do PIB nacional.

Isso é o que revela um estudo anual da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), com dados do impacto do setor aéreo para o crescimento do país.

Esse levantamento também mostra que o transporte aéreo contribuiu com 1,3% do pagamento de tributos no país, o equivalente a R$ 32,6 bilhões.

O volume de empregos alcançou 1,4 milhão, ou 1,6% do total, considerando-se diretos, indiretos, induzidos e catalisados. Os salários pagos somaram R$ 42,9 bilhões, ou 1,7% da massa salarial brasileira.

“O estudo da ABEAR comprova que a aviação comercial, além da sua missão de promover a integração nacional, tem uma contribuição fundamental para o desenvolvimento econômico do país. A pandemia do novo coronavírus trouxe um impacto sem precedentes, evidenciando todos os dias a necessidade de concluirmos o debate sobre a linha de credito a ser ofertada pela BNDES e da sanção de um conjunto de medidas demandadas ao Governo, que alinham o setor ao ambiente internacional para o enfrentamento dessa crise”, afirma o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz.

 

DEIXE UMA RESPOSTA