Foto - Via Avianca

A Avianca Brasil anunciou nesta semana a demissão de 200 funcionários, sendo somente comandantes e copilotos da empresa, afetando cerca de 15% da sua força de trabalho dentro das aeronaves.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas também confirmou que comissários da companhia devem ser demitidos ainda nesta semana, também para a redução do efetivo. A companhia não deu garantia do pagamento da rescisão, em conversas dos integrantes do Portal Aeroflap com funcionários da Avianca Brasil, eles alegaram que a empresa está evitando demissões para não gerar dívidas trabalhistas.

Essa demissão é resultado do abrupto encolhimento da frota da companhia aérea, que perdeu cerca de 30 aviões nos últimos dias de abril. Muito efetivo da empresa, após o fechamento de diversas bases, está exercendo “homeoffice”.

Além disso, a equipe do Portal Aeroflap apurou que há diversos comandantes e co-pilotos da Avianca Brasil com carteira vencida ou perto de vencer, algo que pode justificar essas demissões. Os pilotos de companhia aérea devem renovar a cada 12 meses sua carteira, que autoriza o tripulante a assumir voos comerciais.

Além de ter colocado seu departamento jurídico e sua diretoria à disposição para esclarecimentos de dúvidas sobre os direitos dos aeronautas no desligamento, o SNA também está acompanhando presencialmente o ato, de forma a defender a categoria.

O Sindicato dos Aeronautas disse que destacou profissionais para fazerem um serviço de atendimento psicológico emergencial no local aos tripulantes neste momento delicado.

Os pilotos e comissários associados que eventualmente forem convocados para demissão podem acessar um tira-dúvidas no novo portal do associado: https://bit.ly/2XDzwqf.

Nesta quarta-feira (15) e quinta-feira (16), o SNA também promoverá reuniões em sua sede em São Paulo, sempre a partir das 7h30,  para orientar aqueles que foram convocados para demissão nestas datas.