A Justiça fez uma determinação para que houvesse uma retomada de sete aeronaves Airbus A318 da Avianca Brasil.

Essas aeronaves pertencem à fabricante Airbus, e de acordo com fontes da indústria, a companhia que encerrou suas operações em maio deste ano parou de pagar as parcelas de arrendamento dos aviões desde o ano passado.

Ao todo a dívida deixada pela Avianca Brasil já é superior a R$ 165 milhões e além disso, a empresa não cumpriu a ordem judicial de devolver as aeronaves. Com o avançar das questões envolvendo a Avianca a ANAC proibiu as operações da companhia em todo o território nacional.

Já a Avianca Brasil, ou AVB é derivada da Oceanair que foi fundada em 1998, após 12 anos e um acordo com a Avianca Holding a empresa teve um grande crescimento chegando a operar 48 aviões, e tendo um status de quarta maior empresa aérea do Brasil. 

O cenário atual é o seguinte, alguns aviões foram desmontados na França e foram retomados pelo braço de leasing da Airbus.