A Avianca Brasil teve ontem um pedido de desbloqueio de valores deferido, em uma decisão do juiz Tiago Henriques Papaterra Limongi, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Estado de São Paulo.

A companhia conseguiu liberar o valor de R$ 16,5 milhões, que estava retido por causa de uma ação da companhia que envolve Renato Cianflone e os irmãos Efromovich.

A empresa que a Avianca está devendo é a HJDK Aeroespacial, que tem sede no Panamá. O pedido deferido para a companhia foi influenciado pelas normas de uma Recuperação Judicial, que foca na preservação do “caixa” da companhia.

O processo da HJDK com a Avianca Brasil se arrastava há dois anos na justiça.