Avianca diz que receita de voos com passageiros caiu mais de 51% até agora

Avianca
Foto - Boeing/Reprodução

A Avianca Holdings divulgou hoje (18/06) os dados financeiros do 1º trimestre de 2020, quando começou a ser afetada pela pandemia no final de março.

Nos dados a companhia diz que registrou um prejuízo líquido de US$ 121,1 milhões no período, consideravelmente menor quando comparamos com outras empresas da América Latina, como o Grupo LATAM, principal concorrente da Avianca.

Durante o primeiro trimestre de 2020, a Avianca teve um total de US$ 943,9 milhões em receita. Quase US$ 780 milhões dessas rendas vieram da receita de passageiros, enquanto os US$ 165,8 milhões extras vieram da carga.

A receita, no entanto, foi consideravelmente menor em comparação com 2019, quando a companhia finalizou o trimestre com US$ 1,15 bilhão em receita.

Além disso, as perdas líquidas no primeiro trimestre de 2020 foram maiores do que em 2019. No ano passado, a Avianca teve perdas líquidas de US$ 67,9 milhões durante o primeiro trimestre. 

De acordo com a Avianca, a pandemia pode afetar muito o seu financeiro. Até o início de junho de 2020, a receita de passageiros caiu mais de 51% em relação ao ano passado.

No final de 2019, a Avianca possuía uma frota de 171 aeronaves. Dessa frota, cerca de 113 aviões eram próprios e 58 arrendados. Três meses depois, a Avianca reduziu sua frota para 158 aviões, e agora deve retirar mais 14 aeronaves.


 

DEIXE UMA RESPOSTA