Avianca Holdings consegue aprovação para financiamento de US$ 2 bilhões

Foto - Via Avianca

A Avianca Holdings anunciou nesta última segunda-feira (05/10) que recebeu a aprovação do Tribunal de Falências dos EUA para o Distrito Sul de Nova York para acessar um financiamento totalizando pouco mais de US$ 2 bilhões.

Adrian Neuhauser, Diretor Financeiro da Avianca disse: “A aprovação do pacote de financiamento DIP é um marco significativo e um passo importante para a Avianca. Gostaríamos de agradecer novamente aos nossos credores por seu apoio e confiança no sucesso futuro da Avianca. Continuamos a trabalhar em nosso plano operacional de avanço para emergir desse processo como uma companhia aérea mais forte e eficiente e esperamos apresentar nosso plano ao Tribunal dos Estados Unidos à medida que avançamos no processo do Capítulo 11”.

“Com a aprovação do Tribunal de Financiamento DIP dos Estados Unidos, a Avianca aumenta sua liquidez financeira, dando suporte às nossas operações enquanto continuamos a voar e servindo nossos clientes. Com o início do levantamento das restrições para Covid-19, estamos satisfeitos por ter retomado com segurança os voos de passageiros para 21 cidades na Colômbia e 14 destinos internacionais, e esperamos adicionar mais destinos para atender às necessidades de viagem de nossos clientes no próximos meses. Agradecemos a lealdade de nossos clientes e permanecemos firmes em nosso compromisso de conectar pessoas, famílias e empresas na América Latina durante o processo do Capítulo 11 e por muitos anos”, disse Anko van der Werff, CEO da Avianca Holdings.

O financiamento da DIP consiste no empréstimo sênior (Tranche A) de US$ 1,27 bilhões e um outro empréstimo de (Tranche B) no valor de US$ 722 milhões. No mês de agosto como parte da sindicalização do empréstimo da Tranche A, a companhia firmou um acordo de suporte e reestruturação com o Grupo AD HOC.

O grupo representa boa parte das garantias seniores de 2023 da Avianca, o que vai gerar cerca de US$ 290 milhões em fundos para a empresa. Outros US$ 240 milhões foram estimulados para um acordo que permite a participação de um ou mais governos.

Os empréstimos estão sendo garantidos em cima dos ativos da Avianca como as subsidiarias de cargas, programa de milhagem e algumas marcas que a empresa detém, essas garantias são firmadas sob um penhor em todos os possíveis ativos da empresa.

O Goldman Sachs Lending Partners LLC e o JPMorgan Chase Bank, N.A. estão atuando como co-coordenadores e corretores conjuntos dos empréstimos DIP Tranche A., a Milbank LLP está atuando como consultor jurídico da Avianca.


 Informações adicionais sobre o financiamento DIP estão disponíveis no site da Avianca (www.aviancaholdings.com).

 

DEIXE UMA RESPOSTA