A Avianca Holdings anunciou ao mercado financeiro que está paralisando por enquanto o pagamento de dívidas, enquanto decide como será conduzida a reestruturação da empresa.

Com isso, a Avianca Holdings congelou o pagamento de cerca de US$ 270 milhões para seus fornecedores nos próximos meses.

A companhia vai proceder em um acordo para o pagamento de dívidas de forma parcelada com mais de uma dezenas de credores, isso possibilitará que a empresa volte a ser lucrativa.

Analistas do mercado apontam que a Avianca Colombia tem dívidas com bancos e empresas de leasing de aeronaves.

A Avianca Holdings passa por uma extensa reformulação, com troca do CEO, de acionista majoritário e tudo isso afeta até mesmo a frota da companhia, que está sendo padronizada e diversas rotas estão sendo cortadas.

Anteriormente a United divulgou que concedera à Kingsland a autoridade para administrar a BRW Aviation, de Efromovich, que não pagou um empréstimo de US$ 456 milhões feito em novembro de 2018. O empréstimo é garantido pelas ações da BRW na Avianca Holdings. A BRW Aviation é uma subsidiária do Grupo Sinergy, dos irmãos Efromovich.