Tibet Airlines Avião Fogo
Foto: FATIII Aviation via Twitter

Na manhã desta quinta-feira (21), ainda madrugada no horário de Brasília, um Airbus A319 de matrícula B-6425 da Tibet Airlines pegou fogo no momento em que se preparava para decolar. A aeronave cumpria o voo TV9833 entre os aeroportos chineses de Chongqing Jiangbei e Nyingchi Mainling. 

Segundo informações preliminares da Bloomberg, dos 113 passageiros e nove tripulantes que estavam a bordo, cerca de 40 pessoas foram levadas ao hospital com queimaduras leves. Não há registros de óbitos até o momento. 

Em um vídeo que está circulando nas redes sociais, é possível ver o Airbus dominado pelas chamas enquanto alguns passageiros são retirados do local. É possível ver que o fogo se concentrou nas proximidades de um dos motores da aeronave. 

Veja o momento abaixo: 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por AEROFLAP (@aeroflap)

De acordo com um porta-voz Tibet Airlines, os pilotos do A319 perceberam uma anormalidade no avião no momento da decolagem, abortando o procedimento. Em seguida, aeronave acabou saindo da pista e a equipe de bombeiros foram acionados imediatamente para conter as chamas e socorrer as vítimas.

Com novas imagens após o incidente, é possível notar que o A319 perdeu os dois motores, bem como aparenta ter realizado um pouco de barriga, já que o trem de pouso aparece recolhido, incluindo rachaduras na fuselagem do Airbus.

Tibet Airlines Avião Fogo
Imagem mostra o Airbus A319 da Tibet Airlines parcialmente destruído pelas chamas Foto: Autor Desconhecido

Apesar de ser desconhecida a causa do incidente, a Tibet Airlines se comprometeu em cooperar com as autoridades locais nas investigações. 

Em menos de dois meses, é a segunda vez que ocorre um problema grave de segurança com uma aeronave de linha aérea, quando no dia 21 de março, um Boeing 737-800 da China Eastern Airlines com 132 pessoas a bordo caiu no Sul do país. 

Por fim, a aeronave acidentava foi um Airbus A319-115 entregue em novembro de 2012 e teve a chinesa Tibet Airlines como a única operadora.

Com informações: Bloomberg