CR929

O mais novo avião widebody, o CR929, avançou no desenvolvimento da sua parte aerodinâmica, após vários testes no túnel de vento do Instituto Central de Aerohidrodinâmica de Moscou.

Vários perfis de asas foram testados pelos engenheiros do local. A meta é conseguir um perfil ideal para oferecer a eficiência necessária no consumo de combustível estipulado em projeto.

Logo, os projetistas do avião precisam procurar por reduzir ao máximo o arrasto gerado pela asa, bem como determinar tecnologias que serão utilizadas nas pontas de cada asa.

O instituto disse que a análise mais recente, recém-concluída, se concentrou na ponta da asa e no potencial do design do tipo raked wingtip. Anteriormente, os estudos se concentraram na parte central e na raiz da asa, que influenciam a razão de sustentação da asa em um voo de cruzeiro.

O objetivo da CRAIC é criar uma asa com o melhor desempenho aerodinâmico ao mesmo tempo que procuram a menor largura possível, para reduzir o arrasto do ar ao longo da peça. Ivan Chernyshev, chefe do departamento de aerodinâmica de aeronaves e mísseis, disse que o estreitamento da asa, ao mesmo tempo que reduz o peso, representa um “sério desafio”.

“É importante prevenir o aparecimento de fenômenos de estol nas extremidades da asa, tanto em baixas como em altas velocidades de voo”, disse Chernyshev.

O CR929 tem uma velocidade de cruzeiro máxima estipulada em projeto de Mach 0.85, ou aproximadamente 916 km/h, considerando a altitude de voo da aeronave. No entanto, os testes verificaram o comportamento da asa com um voo a Mach 0,94, como é comum em cada projeto, de checar o limite máximo de funcionamento do avião.

Os engenheiros ficaram satisfeitos com o comportamento aerodinâmico da asa, mas uma análise ainda precisa ser realizada no comportamento do fluxo de ar do bordo de fuga da asa, bem como da interferência dos suportes dos motores (pylons) no comportamento do fluxo de ar.

Você pode conferir mais sobre o CR929, projeto realizado entre a Rússia e a China, Clicando Aqui.

 
Com informações da FlightGlobal.