Sukhoi Su-25 Russia
Su-25 russo com danos após ser atingido por um míssil terra-ar ucraniano.

O Ministério de Defesa da Rússia divulgou nesta segunda-feira (14/03) imagens de um avião-bombardeiro Sukhoi Su-25 SM Frogfoot, que realiza ataques ao solo, danificado após um ataque pelo sistema MANPADS operado pela Ucrânia.

O vídeo abaixo mostra danos na fuselagem traseira da aeronave e no motor do lado direto. Apesar disso, o Su-25 conseguiu voltar para a sua base na Bielorrússia.

A Rússia não divulgou o local da missão realizada por este Su-25, que foi atingido pelo sistema de defesa antiaérea ucraniano. A única informação divulgada é que o piloto do avião atingido pelo MANPADS estava em missão com outro caça, pilotado pelo tenente-coronel Denis Litvinov.

O primeiro míssil disparado contra o Su-25 atingiu a aeronave russa, e um segundo míssil foi disparado pelos ucranianos para atingir o avião pilotado por Litvinov, que deu cobertura para seu companheiro de missão e conseguiu se evadir do ataque utilizando flares.

As imagens acima mostram dois aviões Su-25 voando acima de Donetsk, na Ucrânia, nesta segunda-feira (14). Esse foi o único voo em conjunto de aviões deste modelo acima do território da Ucrânia nesta segunda.

A atuação de Denis Litvinov garantiu o retorno das duas aeronaves Su-25 para a base na Bielorrúsia, por este motivo, os pilotos poderão ser premiados futuramente.

Caça-bombardeiro SU-25UB- Foto: © Yuri Smityuk / TASS

O Su-25 Frogfoot também é um jato de ataque ao solo, porém, dedicado às operações de suporte aéreo aproximado e ataque de instalações de menor importância, como seu homólogo americano, o A-10 Thunderbolt II. 

Operando em 20 países, o Frogfoot ocupa a sétima posição com cerca de 470 aeronaves em serviço na Rússia, Iraque, Bielorrússia, Angola, Peru, Armênia, Azerbaijão e outros países.

Reconhecido por sua robustez e grande resistência ao fogo inimigo, o Su-25 pode carregar mais de 4 toneladas de uma variada gama de armamentos como mísseis anti-radar, bombas guiadas e foguetes pesados S-25, além de portar um canhão GSh-30-2 calibre 30mm de cano duplo. 

Já o sistema MANPADS da Ucrânia garantiu o abate de uma importante quantidade de aviões russos, incluindo um ataque terra-ar filmado em boa qualidade, de um helicóptero de ataque Mi-35 russo. Clique Aqui e veja o vídeo.

 

Com dados de The Aviationist e Aeroflap (Pedro Viana/Gabriel Centeno).