Decolaram por volta de 12h30 – horário de Brasília – os dois VC-2 FAB, operados pelo GTE (Grupo de Transporte Especial), saindo de Brasília para Wuhan, na China. Os aviões da FAB vão buscar os 34 brasileiros que decidiram retornar ao país.

Uma coletiva de imprensa aconteceu na ALA 1, em Brasília-DF com a presença do Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, o Comandante da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez e o Comandante da missão, Brigadeiro do Ar, Marcelo Damasceno. A impressa pode fazer foto dos aviões bem como das duas tripulações, além de fazer perguntas para as autoridades presentes.

De acordo com o ministro Fernando Azevedo, “tudo está sendo analisado tanto, aqui quanto lá, disse o ministro. Exames vão ser feitos por uma equipe médica para ver se tem algum sintoma, pois só embarca na aeronave se não houver sintoma nenhum”.

 

A missão até Wuhan e a volta para o Brasil:

Ao todo serão quatro escalas que os VC-2 irão fazer até chegar a cidade de Wuhan, onde está o foco da epidemia do Coronavírus e onde o grupo de brasileiros se localizam.

Conforme visto no gráfico abaixo as aeronaves farão escalas:

Arte: FAB

O tempo total de voo deverá ser de mais ou menos 23 horas, tanto na ida quanto na volta.


Os 34 passageiros vão ser divididos entre as aeronaves que já contam com 11 tripulantes cada uma, sendo uma parte responsável pelo voo e outra em funções médicas, o que inclui médicos e enfermeiros.

Médicos que vão acompanhar os passageiros durante o voo. Foto – Cristian Marchi/@brasiliaspotter

Ao todo são mais de 50 militares envolvidos, isso porque vai haver troca de turnos de jornada entre as tripulações para que não tenha uma fadiga dos militares.

As aeronaves estão com alguns equipamentos que visam uma maior segurança, “como a bolha que faz um isolamento maior para os passageiros em uma eventual emergência”,disse o chefe da missão, brigadeiro Damasceno. Outra medida será o uso de mascaras e roupa especial por todos os tripulantes das duas aeronaves, ressaltou o brigadeiro.

Assim que as aeronaves chegarem a Varsóvia uma troca de pilotos será feita e por fim os aviões partem para a cidade chinesa e logo que embarcados as aeronaves já partem para o Brasil, seguindo o mesmo perfil de escalas da viagem de ida.

Mais duas aeronaves da FAB também estão na missão.Trata-se de dois VC-99B também do GTE que saíram ontem (4) de Brasília com alguns militares e demais equipes para prestar um apoio. Os jatos fizeram escalas em Fortaleza (CE), Ilha do Sal (Cabo Verde) e Lisboa (Portugal), antes de chegar a Varsóvia, onde estão em ponto de espera para prestar apoio.

 

Chegada à Base de Anápolis e a Quarentena:

Foto – Cristian Marchi/@brasiliaspotter

Durante a coletiva, tanto o Ministro, quanto o Comandante da Força e o chefe da missão responderam as perguntas dos jornalistas, uma delas foi a data em que as aeronaves irão retornar. Segundo as autoridades “os aviões devem chegar ao Brasil na madrugada de Sábado, já direto para a ALA 2 em Anápolis-GO”.

É nesta base que as pessoas vindas de Wuhan ficaram em quarentena por 18 dias para a melhor avaliação do quadro. Mesmo que estes 34 brasileiros não estejam contaminados tanto eles, quanto os militares, médicos e demais pessoas envolvidas na missão também vão ser submetido a quarentena.

A base já está sendo preparada para receber os brasileiros que vão ficar em uma área especial da base. Na ALA 2 irá contar com um helicóptero e um avião para uma eventual transferência dos brasileiros ao HFA, Hospital das Forças Armas, localizado em Brasília.

 

Para acompanhar os voo dos aviões da FAB em tempo real, cliquem no link abaixo:

https://www.radarbox24.com/registration/2591

 

DEIXE UMA RESPOSTA