Embraer E175 American Eagle Republic Airways

A Skywest apresentou recentemente os seus resultados no 1º trimestre de 2021 (1T21), onde a empresa teve uma grande recuperação de mercado com base nos voos regionais, e o retorno de alguns aviões para a operação.

A companhia detalhou que teve um lucro de US$ 36 milhões no 1T21, causado principalmente pelo retorno do Embraer E175 aos voos regionais da companhia em parceria com a American Airlines, bem como o aumento das operações ao longo dos três meses.

O E175 voou mais horas por dia do que qualquer avião da Skywest no 1º trimestre de 2021, de acordo com o relatório da empresa. Foram mais de 128 mil horas de voo com os aviões E175 no total.

O Embraer E175 foi mais utilizado até mesmo em comparação com o 1º trimestre de 2021, quando a aviação dos Estados Unidos não estava tão afetada pela pandemia.

No mesmo período, pela aérea ainda enfrentar uma redução nas operações, a receita de US$ 535 milhões é uma queda de queda de 27% em relação ao primeiro trimestre de 2020.

Atualmente a Skywest tem uma frota com:

  • 193 aviões Embraer E175
  • 40 aviões Bombardier/MHI CRJ900
  • 98 aviões Bombardier/MHI CRJ700/MHI
  • 137 aviões Bombardier/MHI CRJ20

 

Mais aviões Embraer E175 para a frota

A companhia divulgou que um contrato com a American Airlines prevê a entrega de mais aviões em 2021, para reforçar as operações no 2º semestre.

São cerca de 18 aviões E175 novos, de fábrica, que serão entregues pela Embraer à Skywest no 2º semestre de 2021. Outras duas entregas serão realizadas em 2022, de acordo com a aérea.

A antecipação será paga através de um financiamento da Skywest.