Avolon cancela mais 27 encomendas para o Boeing 737 MAX

Fonte: Avolon

O Boeing 737 MAX está próximo de ser recertificado para voar novamente, mas ainda sim terá mais trabalho pela frente. Além de tentar reconquistar a confiança de companhias e passageiros, o MAX terá pela frente a crise do Covid-19.

A empresa irlandesa de leasing de aeronaves Avolon cancelou recentemente um pedido de outros 27 aviões Boeing 737 MAX, além dos 75 que a empresa cancelou no primeiro trimestre de 2020. 

Infelizmente para a Boeing, o longo período de suspensão de voo do avião, veio juntamente com uma desaceleração econômica inesperada da aviação comercial após a pandemia, causando grandes mudanças nas frotas, malhas e estruturação das empresas.

O memorando de entendimento entre a Avolon e a Boeing para os 75 aviões 737 MAX foi assinado em 2017. Enquanto os 75 foram avaliados em US$ 8,4 bilhões a preço de tabela, o Memorando continha uma opção para outros 50 aviões, conforme relatado pela Reuters na época.

 

DEIXE UMA RESPOSTA