Azul

A demanda e a oferta do transporte aéreo doméstico de passageiros em abril de 2021 registrou crescimento de 462,5% e 374,6%, respectivamente, na comparação com o mesmo mês de 2020, quando a aviação brasileira funcionou apenas de forma essencial no início da pandemia causada pelo coronavírus.

Comparando o mês de abril de 2021 com abril de 2019, quando a aviação não estava sob impacto da pandemia, a demanda doméstica ainda apresenta recuo de 61%.

Na imagem acima podemos notar também que a Azul liderou no mês de abril com uma ampla vantagem, com 45,1% de participação de mercado, enquanto a GOL e LATAM registraram 26,09% e 28,5%, respectivamente.

A Azul já estava figurando na liderança ao longo dos últimos meses, ao não reduzir tanto os voos durante a segunda onda da pandemia no Brasil.

A taxa de ocupação média foi de 77,6%, uma alta de 18,5% frente ao mesmo mês de 2020. Por sua vez a demanda de carga disparou 135,6%.

Importante: para uma melhor compreensão do impacto da pandemia no transporte aéreo em 2021, é necessário também levar em consideração o mês correspondente de 2019. 

Acesse o link abaixo para consultar os dados de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo de abril de 2021 e de toda a série histórica: https://bit.ly/2S4ohK0