Durante seu anúncio de resultados para o mercado financeiro, na manhã desta quinta-feira (14/03), a Azul Linhas Aéreas divulgou seu planejamento de frota para os próximos anos.

A companhia espera adicionar 12 aviões A320neos, seis Embraer E2s e três A330neo em sua frota em 2019. Ainda em 2019 a companhia vai retirar 15 E-Jets de 1ª geração da sua frota, e vai substituir por aeronaves dos modelos A320neo e Embraer E195-E2.

A empresa espera terminar o ano com 129 aviões operacionais, no final de 2018 a Azul operava com 125 aeronaves operacionais.

No final de 2019, aproximadamente 40% da capacidade total da Azul será proveniente de aeronaves de nova geração. Isso é excelente, em seu resultado financeiro de 2018 a companhia detalhou que conseguiu amenizar a alta dos combustíveis utilizando aeronaves mais econômicas, como o A320neo.

O A320neo apresenta um consumo de combustível até 15% menor, em comparação com o anterior A320ceo, ele consome praticamente o mesmo do E195-E1, mas consegue transportar até 174 passageiros, enquanto o avião da Embraer transporta 118.

A solução é o novo E195-E2, que apresenta um custo por assento até 27% menor, em comparação com a geração anterior, além de transportar até 136 passageiros na configuração da companhia, isso permite que a Azul alinhe o modelo de custos do A320neo com o E195-E2, em termos de custo por assento/passageiro transportado.

 

Renovação e aposentadoria

O grande destaque do planejamento está no gráfico acima. Em 2021 a Azul já planeja terminar o ano com uma quantidade maior de aviões E195-E2 na sua frota, em comparação com os aviões da geração anterior (E195-E1). A aposentadoria total deve ocorrer em 2023.

Já em 2020 vale destacar que a Azul terá recebido todos os aviões A330neo, da sua encomenda original para 5 aviões deste modelo. A companhia vai optar por continuar com suas aeronaves A330ceo, expandindo sua malha de voos internacionais de longa distância.

A330neo nas cores da Azul.

Cerca de 3 aviões, dos 12 novos aviões da família A320neo que devem chegar em 2019, são do modelo A321neo, de maior tamanho.

Quando foi questionada pela equipe do Portal Aeroflap, a Azul lançou a seguinte nota: “A Azul confirma que está acelerando a renovação de sua frota e o plano de frota da companhia contempla agora três aeronaves do modelo A321neo”.

A Azul deve finalizar o primeiro trimestre deste ano com mais 5 aviões da família A320neo na frota, dos 12 aviões previstos para todo o ano de 2019.

Curiosamente a Azul aponta que vai terminar 2023 com 70 aviões da família A320neo na sua frota, enquanto só tem a encomenda para 63 aeronaves.