Azul Linhas Aéreas

Fortalecendo a missão de desenvolver a aviação regional e conectar o interior do país aos grandes centros, a Azul anunciou nesta terça-feira (14) a intenção de atender até 19 destinos no estado do Pará.

Em cerimônia na sede do governo paraense, representantes da companhia, reunidos com o governador Helder Barbalho, trataram do retorno dos voos para Itaituba, Porto Trombetas, Breves, Monte Dourado, Almeirim, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná já a partir de novembro e apresentaram o plano de expansão regional da empresa no estado.

As cidades de Salinópolis, Tucuruí, Paragominas, Alenquer e Porto de Moz estão contempladas no planejamento de operação da Azul, mas só serão avaliadas pela companhia após a conclusão de obras de infraestrutura e da execução de normas requeridas pela Anac.

Todos os voos serão cumpridos com aeronaves da Azul Conecta, empresa sub-regional da Azul, que podem transportar até nove passageiros.

Azul
Aeronaves Cessna Grand Caravan da Azul Conecta.

O plano de expansão da Azul e da Conecta prevê ainda o aumento na oferta de assentos nos voos para Itaituba e Porto Trombetas a partir de abril do ano que vem, com a mudança da operação para as aeronaves modelo ATR 72-600, de 70 lugares.

Somando as cidades que terão os voos retomados, as novidades previstas na malha do estado e os destinos já operados no Pará – Belém, Carajás, Marabá, Altamira e Santarém -, a Azul e a Conecta podem chegar a 19 localidades servidas no estado.

Além disso, na capital Belém, a empresa já ultrapassou a oferta de assentos se comparado com períodos antes da pandemia e, em julho deste ano, a Azul representou cerca de 56% da oferta de voos no Aeroporto Val De Cans.

“A Azul será, com a implementação deste plano, a maior operadora de voos no Pará, contribuindo significativamente para a integração de um estado de dimensões superlativas e desafios não menores de integração regional e transporte. A reativação dos voos e a inauguração de novas cidades de operação vão fomentar a economia paraense e são uma boa notícia para o desenvolvimento do estado. Estamos animados com essa possibilidade de expansão da Azul e da Azul Conecta no Pará e aguardaremos pelos ajustes na infraestrutura dos aeroportos para que possamos voar mais ainda em terras paraenses, transportando Clientes para o lazer ou para negócios”, destaca Marcelo Bento Ribeiro, diretor de relações institucionais da Azul. 

“Nós temos por meta ampliar a oferta de voos dentro do Pará, então nós estamos com essa parceria, levando a operação aeroviária que permitirá a integração do Estado. Com essa oferta estaremos facilitando a integração com o Brasil, fortalecendo economicamente estes municípios e estimulando a atividade do turismo, criando oportunidades. Importante lembrar que isto faz parte de um plano de desenvolvimento do Estado para a Azul, mas estamos dialogando com todas as companhias aéreas para provocá-las a enxergar o Pará como destino oportuno”, assinalou o governador, Helder Barbalho. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA