A Azul transladou e recebeu ontem (19/01) um avião Airbus A320neo, que realizou um voo dos Estados Unidos até Belo Horizonte, no Aeroporto de Confins, onde a aeronave vai passar por um processo de nacionalização nos próximos dias.

Essa aeronave estava anteriormente na frota da Avianca Brasil, e era matriculada como PR-OBR. Um processo judicial forçou a devolução da aeronave para a BOC Aviation, depois da Avianca Brasil entrar em dívida com as parcelas de leasing.

No dia 13 de dezembro a equipe do Portal Aeroflap flagrou (foto acima) esse avião no Aeroporto de Brasília com a matrícula alterada. No dia seguinte a aeronave seguiu para os Estados Unidos, juntamente com o avião de matrícula PR-OBQ, que também vai entrar na frota da Azul Linhas Aéreas.

No Brasil este avião vai receber a matrícula PR-YYA, e fará parte da frota da Azul. Assim que pousou em Boa Vista, para uma escala técnica, a aeronave chamou a atenção pela pintura fora do padrão da Azul, com cores diferentes.

Veja sobre a rota da aeronave Clicando Aqui.

Uma fonte da Reuters disse que a Avianca deve aos arrendatários cerca de 100 milhões de dólares, além das dívidas a outros fornecedores, incluindo aeroportos, companhias de combustíveis e manutenção, que os registros judiciais apontam para 125 milhões de dólares.

A companhia ainda enfrenta um processo na justiça contra a AirCastle, que reivindica a reintegração de posse de 10 aviões, devido à dívida da Avianca com a empresa. A GECAS também entrou em outra disputa na justiça, para reivindicar a posse de outras 10 aeronaves.

Quando foi consultada pelo Portal Aeroflap, no início de janeiro, a Azul disse que esperava terminar o primeiro trimestre de 2019 com mais 5 aviões A320neo na frota, totalizando 25 aeronaves deste modelo, mas a companhia não confirmou que estava pegando aeronaves que eram da Avianca Brasil.

Vale ressaltar que esse movimento não tem nenhuma relação com uma sinergia entre as companhias aéreas, algo que já foi descartado no momento.

A Azul continua com sua encomenda para 63 aviões da família A320neo, realizada em 2014, sendo que já recebeu 20 aviões desta encomenda.