Azul

A Alta Temporada de verão no Brasil foi um período agitado para as companhias aéreas. Muitas aumentaram rapidamente os voos, em comparação com outubro, e a Azul, em particular, começou a focar em rotas turísticas.

No pico a Azul ultrapassou 750 voos por dia sendo operados no período de pico, principalmente no período do Natal, Ano novo e em janeiro. A companhia, no entanto, já esperava uma redução dos voos após esse período, pela menor demanda de voos turísticos.

A Azul espera operar cerca de 600 voos por dia nos meses de março e abril, cerca de 50 voos a menos em comparação com janeiro e fevereiro.

“Temos dois a três meses difíceis pela frente. Com o lockdown nas diferentes regiões do País, vamos avaliar o mercado para maio”, disse o presidente da Azul, John Rodgerson, durante o anúncio de resultados na última semana.

A malha de maio ainda está sendo estudada, e depende muito do desenrolar da pandemia no país, bem como a aplicação das vacinas nas pessoas. Enquanto isso, a Azul está buscando mais receita com sua divisão cargueira, que continua com crescimento da receita a cada trimestre que se passa.

“A vacina está cada vez mais próxima, sabemos o que é preciso ser feito e o brasileiro quer voltar a voar”, disse John Rodgerson.