Azul

A Azul S.A. publicou na noite de hoje (08/03) os resultados preliminares de tráfego de fevereiro de 2021. 

O tráfego de passageiros doméstico (RPKs) aumentou 4,6% em relação a fevereiro de 2019, frente a um aumento de 9,3% na capacidade doméstica (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 78,6%.

Apesar disso, a companhia apresentou uma redução de 14,2% na demanda, em comparação com fevereiro de 2020, pouco antes da pandemia, quando a companhia registrava um pico histórico de operações.

Os voos internacionais, no entanto, apresentam uma grande queda na demanda e oferta, tanto em comparação com 2019 como 2020.

“Começamos 2021 com um posicionamento sólido, confirmado pelos nossos resultados de tráfego de fevereiro. Os próximos meses serão desafiadores, com sazonalidade fraca e a segunda onda da pandemia. Portanto, estamos ajustando nossa oferta de voos e vamos continuar monitorando a situação com cuidado. O Brasil está avançando em seus esforços de vacinação, e estamos confiantes de que veremos melhoras graduais na condição sanitária do país como estamos vendo em outras regiões do mundo”, disse John Rodgerson, CEO da Azul.

A Azul prevê para os próximos meses uma redução na oferta de voos. Clique Aqui para ver mais.