Azul volta a operar voos em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro

Azul
Foto - Divulgação

A Azul voltou a operar hoje (14/12) em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Os voos terão como destino o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, rota que já era operada antes da pandemia, e duas novidades: frequências diretas e regulares para o aeroporto Santos Dumont, na capital fluminense, e Congonhas, no coração da capital paulista.

Para BH, as operações serão cumpridas duas vezes por dia com as aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para 70 passageiros, e Embraer E195-E1, para 118 lugares. O mesmo avião voará de Cabo Frio para o aeroporto Santos Dumont, na capital fluminense, outras três vezes por semana.

Para Congonhas, as operações acontecem a partir de 1º de janeiro, diariamente, com as aeronaves da Embraer. As novas operações seguem os rígidos protocolos sanitários adotados pela empresa desde o início da pandemia.

Além de Cabo Frio, a Azul reabre ou inaugura outras 13 bases de operação em todo o país, com foco em cidades turísticas, visando atender ao fluxo de Clientes na alta temporada de verão. Bonito e Corumbá, no Mato Grosso do Sul; Canela e Torres, no Rio Grande do Sul; Búzios, Angra dos Reis e Paraty, no Rio de Janeiro; Guarapari, no Espirito Santo; Caldas Novas, Goiás; Parnaíba, no Piauí; Aracati, Ceará; e Itanhaém e Ubatuba, no litoral paulista.

“É um momento marcante para a história da Azul com 12 inaugurações de base em apenas seis dias. Fizemos um movimento forte de retomada de nossas operações em todas as partes do país e priorizamos, neste mês de alta temporada, o retorno de cidades com uma vocação genuína para o turismo de lazer. Sabemos que este é um período em que esses destinos são mais procurados e queremos oferecer ainda mais conveniência e comodidade para que nossos Clientes viajem com tranquilidade”, destaca Vitor Silva, gerente de planejamento de malha da Azul.

 

DEIXE UMA RESPOSTA