Expodefense
Foto: Sargento Müller / CECOMSAER

Florianópolis é palco da 2ª Edição da Santa Catarina Expo Defense – Feira de Tecnologias e Produtos de Defesa, realizada na Base Aérea de Florianópolis (BAFL).

O evento, que acontece nesta quinta e sexta-feira, dias 19 e 20 de maio, é promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) e tem o objetivo de aproximar ainda mais a Indústria Catarinense das Forças Armadas.

Na Expo Defense, diversas empresas oferecem soluções e tecnologia para suprir as demandas do setor de Defesa, um setor que tem investido em inovação. A atividade da feira é ser socialmente relevante, importante para o fortalecimento da Tríplice Hélice (defesa, indústria e academia).

A solenidade oficial de abertura contou com a participação do Ministro da Defesa, General Paulo Sérgio Nogueira; do Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim; da Vice-Governadora de Santa Catarina, Daniela Cristina Reinehr; representando o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, esteve no evento o Comandante-Geral de Apoio da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic, além do Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, Tenente-Brigadeiro do Ar Maurício Augusto Silveira de Medeiros e demais autoridades civis e militares, que falaram sobre os aspectos positivos da Indústria de Defesa de Santa Catarina.

O Ministro da Defesa agradeceu às entidades e instituições envolvidas na Feira.

“É um momento de apresentar a todos os envolvidos da área uma exposição com muito material de emprego militar, equipamentos dual para utilização de combate por parte das Forças Armadas. É uma honra participar desse encontro e saio satisfeito e feliz com os objetivos cumpridos e o desejo de que consigamos crescer com esta exposição”, destacou.

O Presidente da FIESC, Mario Cezar Aguiar, comentou sobre a parceria entre a indústria de Santa Catarina, por meio da FIESC, e as Forças Armadas, que se intensificou ao longo dos últimos anos, a partir de uma visão comum, visto que é estratégico para o país ter uma indústria de defesa nacional robusta.

“Isso significa, do ponto de vista da Federação, uma grande oportunidade para o desenvolvimento de nosso setor fabril, como fornecedor de produtos e serviços, com avanços tecnológicos relevantes, que trarão competitividade ao setor. Sob a ótica das Forças Armadas, representa a possibilidade de diversificar fornecedores com a participação de um parque industrial moderno e diferenciado, como o catarinense”, explicou.

Para o Presidente do Comitê da Indústria de Defesa (Comdefesa), da FIESC, Cesar Augusto Olsen, a missão da instituição é estreitar o relacionamento com as Forças Armadas.

“Temos condições de suprir as necessidades dos nossos parceiros militares. Essa feira é uma vitrine do produto catarinense e brasileiro e com isso mostramos que estamos cumprindo a missão de fortalecer a base industrial de defesa com o produto e a participação de empresários de Santa Catarina”, ressaltou.

A programação da Expo Defense inclui rodadas de negócios e palestras que irão abordar temas de interesse da indústria. O evento tem tudo para se consolidar no calendário nacional, mostrando a força e inovação da indústria catarinense para o setor de defesa.

 

Fotos: Sargento Müller / CECOMSAER

Via: Força Aérea Brasileira