Nesta sexta-feira (12/03) um projeto de lei será assinado pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para disponibilizar US$ 14 bilhões para as companhias aéreas dos Estados Unidos.

Esse projeto foi anteriormente aprovado pela Câmara e o Senado dos Estados Unidos, e depende somente da assinatura presidencial. Biden já divulgou que concorda com o auxílio estatal.

Os US$ 14 bilhões serão direcionados nas companhias aéreas para o apoio no pagamento dos funcionários. Juntamente, outras empresas do setor de aviação devem receber US$ 1 bilhão em ajuda federal.

O projeto evita demissões no setor de aviação nos EUA, e é de extrema importância, visto que o setor emprega mais de 1 milhão de pessoas de forma direta e indireta.

As companhias aéreas norte-americanas já receberam mais de US$ 40 bilhões desde o início da pandemia. Boa parte do montante cumpriu a função de pagar funcionários e evitar demissões.

No entanto, neste momento as companhias aéreas esperam uma retomada firme, com o aumento da vacinação nos Estados Unidos. A IATA já aponta uma retomada rápida em alguns mercados.