Boeing 737 da Ethiopian Airlines fica com nariz pintado após colidir com gafanhotos

No dia 09 de janeiro um Boeing B737-700 da Ethiopian Airlines, de matrícula ET-ALN, colidiu com vários gafanhotos, deixando várias marcas no bordo de ataque da asa, no nariz e na carenagem do motor.

A aeronave estava cumprindo o curto voo ET363, entre Djibouti (HDAM), no nordeste da Etiópia, e a cidade de Dire Dawa (HADR), quando na aproximação para pouso colidiu com vários gafanhotos.

Os pilotos decidiram prosseguir com o pouso sem declarar emergência, mas pelo que podemos perceber, o comandante precisou usar o limpador de para-brisas para obter alguma visibilidade.

Os pilotos tentaram pousar duas vezes, e solicitaram alternar para Addis Abeba, capital da Etiópia, onde aterrissou cerca de 34 minutos depois.

O avião foi submetido a uma limpeza completa e uma inspeção completa dos danos. No dia 10 a aeronave já estava disponível para voar novamente.

Essa condição, de enxame de gafanhotos é comum na África e no sudeste da Ásia em algumas épocas do ano.

Em dezembro de 2019 um A320 da Pakistan Internacional Airlines (PIA), do Paquistão, foi atingido durante o pouso por um enxame de gafanhotos, marcando a parte frontal da fuselagem.


Os engenheiros examinaram a aeronave após o pouso e não encontraram anormalidades ou danos aos motores.

Uma lavagem da aeronave foi realizada antes da mesma retomar as operações.

 

Via – On The Wings Aviation

Texto – Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA