Boeing 737 da SAS precisa retornar à Oslo após erro nos computadores

No último dia 14 de agosto um Boeing 737-800NG da Scandinavian Airlines System (SAS) precisou desviar após os computadores da aeronave começar a mostrar mensagens de erro.

A aeronave que estava operando esse voo tem a matrícula LN-RRT, e estava realizando a rota de Oslo para Longyearbyen, no círculo ártico, operando o voo SK-4490.

A falha ocorreu quando a aeronave estava em voo de cruzeiro, a 37000 pés, e perto de Trondheim. Os pilotos relataram que as telas do cockpit começaram a emitir mensagens de erro incomuns, relacionadas ao funcionamento do computador.

A decisão foi para retornar à Oslo, que estava a cerca de 65 minutos de distância. A aeronave pousou sem problemas após retornar ao aeroporto de origem.

Uma investigação foi aberta para analisar a causa desse incidente. A companhia prestou toda a assistência aos passageiros, e embarcou os mesmos em outra aeronave, totalizando um atraso de 2 horas e 15 minutos.

Quando questionada por que o avião voltou para Oslo em vez de prosseguir para Longyearbyen, a SAS disse que a aeronave ficaria presa no Aeroporto de Svalbard, pois não havia técnicos baseados lá para diagnosticar as mensagens de erro.

De acordo com a companhia, ocorreu um erro na ventilação dos computadores, e os mesmos superaqueceram, causando a mensagem de erro.


 

DEIXE UMA RESPOSTA