Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

SpiceJet Índia Boeing 737
Foto: Boeing

Um voo da SpiceJet operado com um Boeing 737-900ER teve um sua operação atrasada devido a ameaça de uma bomba a bordo da aeronave. A aeronave partiu de Guwahati com destino a Silchar na Índia no voo SG-8152.

A aeronave partiria para Guwahati cerca de 30 minutos depois, porém uma mensagem escrita foi encontrada em um dos assentos dos passageiros na parte de trás da aeronave. Imediatamente a segurança do Aeroporto e as autoridades foram chamadas para avaliar a situação.

Por precaução, o 737-900 foi levado para longe do Terminal de passageiros e mais isolado para evitar uma catástrofe. Os passageiros foram retirados da aeronave e levados para um local seguro sem poder deixar o Aeroporto até o final da inspeção. 

O esquadrão antibombas foi chamado e verificou toda a aeronave, dentro e fora. Nenhuma bomba ou qualquer objeto que poderia causar explosão foi encontrado no Boeing, e as autoridades autorizaram o avião a retomar as operações.

Após a liberação, os passageiros embarcaram para o voo SG-8169 com destino a Guwahati. O Boeing 737-900ER de matrícula VT-SLD decolou com mais de 6 horas de atraso, pousando às 21h25(hora local). 

Os responsáveis pelo bilhete deixado na cabine de passageiros não foi encontrado.