Korean Air Boeing 747 Code One Coréia do Sul
Foto - Divulgação

Está em solo no Aeroporto de Hamburgo, um Boeing 747-8 da Korean Air em uma missão diferente. Esse belo avião não estará mais a disposição da companhia aérea coreana, entretanto ainda voará muito pela Coréia do Sul.

A aeronave de matrícula HL7643 chegou no dia 1º de março em Hamburgo, vindo direto de Seoul na Coréia. Este Boeing 747-8 foi entregue em 2017 para a Korean Air, e agora foi alugado para o governo da Coréia para ser o novo avião presidencial. 

O 747 foi enviado para Hamburgo para passar por uma completa mudança em seu interior, que tinha uma configuração de 3 classes. Inicialmente o acordo tem validade de 5 anos para que o jumbo voe com a comitiva presidencial coreana. 

Entre as mudanças está a melhoria na segurança da aeronave, pois serão instalados recursos extras para garantir a segurança do representante da Coréia do Sul e sua comitiva. Agora o país terá um avião semelhante aos EUA, que também terá a disposição dois 747-8 a versão mais moderna e recente do jumbo americano.

Foto: Gabriel Melo / Antigo Boeing 747 ‘Code One’

Anteriormente o ‘Code One’, como é chamado o avião presidencial coreano, eram aeronaves Boeing 747-400 alugados da Korean Air ou da Asiana Airlines. As aeronaves alugadas recebiam configuração presidencial, porém operavam por alguns anos até retornarem a suas empresas.

A previsão do novo ‘Code One’ entrar em operação é para novembro desse ano, um mês após encerrar o contrato do antigo avião presidencial. Ainda não foi divulgado qual será o esquema de pintura a ser utilizado no novo avião. A incorporação de uma aeronave moderna como o 747-8 representará um grande avanço e poderá trazer economias na operação presidencial. 

Outros países também trocam suas frotas

A modernização da frota é algo já esperado, afinal assim como as companhias aéreas, os países querem aviões mais econômicos, modernos e confortáveis. Uma aeronave que levará o presidente daquele estado precisa ter uma cabine totalmente desenvolvida para que possa suprir todas as necessidades do presidente, especialmente em longas viagens.

Recentemente a Alemanha aposentou suas aeronaves antigas, os Airbus A340-300 para dar lugar aos novos e modernos Airbus A350-900. Nessa troca a Alemanha terá a disposição uma aeronave extremamente moderna e capaz de reduzir consideravelmente os custos de manutenção e operação que tinha com o A340.

A Índia também fez uma troca recentemente da sua frota presidencial, anteriormente era utilizado um Boeing 747-400 com a pintura da Air Índia, companhia aérea de bandeira do país. Em seu interior era uma configuração presidencial, totalmente executiva e confortável.

Talvez o mais icônico avião presidencial, o ‘Air Force One’, também está passando por mudanças. Um pouco mais demorado do que os demais, os novos aviões presidenciais agora serão aviões Boeing 747-8 totalmente modificados. O antigo ‘Air Force One’ eram dois Boeings 747-200, ainda estão em operação pois os novos aviões só devem ser entregues em pelo menos 3 anos.