lufthansa Boeing 747

Na última semana, no dia 19 de maio, um Boeing 747-8i da Lufthansa que cumpria o voo LH506 de Frankfurt (Alemanha) para São Paulo, precisou retornar para o aeroporto de origem enquanto sobrevoava o Golfo de Biscaia.

De acordo com o Aviation Herald, os tripulantes detectaram um forte odor de queimado no cockpit, que posteriormente se espalhou por toda a aeronave. As luzes foram desligadas, e o avião voou até Frankfurt, pousando 90 minutos após o início do problema.

O avião de matrícula D-ABYP permaneceu no chão por 20 horas, e foi o responsável por transportar os mesmos passageiros do voo LH506 do dia 19 de maio. 

Segundo informações, a aeronave teve um problema nos ventiladores elétricos da cabine.

O Boeing 747-8i da Lufthansa pode transportar 8 passageiros na Primeira Classe, 80 na Business, 32 na Premium Economy e 244 na Economy. A quantidade de passageiros a bordo não é conhecida pelas informações.

Uma curiosidade é que esta aeronave do incidente foi o 1500º Boeing 747 fabricado no mundo, e entregue em 2014 para a Lufthansa.

 

Com informações do The Aviation Herald